Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
Enquete:06 - Outubro/2015
Qual a razão que você aponta como principal fato gerador da crise econômica brasileira?

O elevado nível de comprometimento salarial dos brasileiros com o pagamento das dívidas, desaquecendo, assim, as vendas;
(23.53%)
A falta de planos de ações efetivamente voltados à área econômica por parte do governo federal;
(21.57%)
A falta de confiança dos investidores no governo (descrédito);
(19.61%)
Ausência de políticas públicas de incentivo à competitividade;
(11.76%)
As elevadas taxas de juros praticadas no país;
(13.73%)
Falta de Poupança Interna.
(9.8%)


Enquete: 05
Qual a sua perspectiva econômica, período temporal 2015/2019, para o Brasil, caso eleito um dos candidatos abaixo?

Aécio Neves - Cenário positivo
(15.08%) 
Aécio Neves - Cenário negativo
(3.97%) 
Dilma Rousseff - Cenário positivo
(22.22%) 
Dilma Rousseff - Cenário negativo
(34.92%) 
Marina Silva - Cenário positivo
(3.97%) 
Marina Silva - Cenário negativo
(14.29%) 
Indiferente - Cenário positivo ou negativo para qualquer um dos eleitos
(5.56%) 

Enquete: 04
O endividamento das famílias aumentou nos últimos meses, na sua opinião qual o motivo para o endividamento?

As famílias estão ganhando pouco.
(17.21%)
As famílias estão gastando muito.
(40.16%)
É culpa do excessivo apelo ao consumidor.
(42.62%)


Enquete: 03
A população brasileira vem, nas últimas semanas, assistindo e também participando de uma série de manifestações populares. Desencadeadas, inicialmente, por um aumento na tarifa do transporte urbano na capital paulista, os protestos tomaram corpo e se espalharam pelas principais cidades do país. No decorrer das manifestações, diversos pontos foram levantados, dentre eles o alto custo para realização da Copa de 2014 no Brasil. Sobre os gastos com o evento, você acredita que a despesa?

Se justifica, pois são investimentos necessários para criar a infraestrutura de um evento deste porte e que, no futuro, serão revertidos em benefício da população; 
(26.67%) 
Se justifica, pois investimentos em infraestrutura tendem a gerar benefícios em escala maior do que o valor gasto;  
(23.33%) 
Não se justifica, pois o país possui carências mais urgentes em áreas como saúde, educação, saneamento e segurança;  
 (26.67%) 
Não se justifica, pois comparando com aquelas incorridas nos últimos três eventos realizados em outros países, há uma discrepância de valores que dá margem a suspeitas de desvios e corrupções por parte da organização do evento.  
(23.33%) 


Enquete: 02
A Medida Provisória 592 estabelece mudanças na divisão dos royalties do petróleo para as licitações futuras. O petróleo se encontra em área de propriedade da União, estabelecida constitucionalmente. Dessa forma, a Chefe do Executivo Federal decidiu alterar a fatia que compete a cada ente a partir dos próximos contratos, passando:

- União: de 30% nos blocos atuais para 20% nos novos blocos em 2020;
- Estados produtores: de 26,25% nos blocos atuais para 20% nos novos blocos em 2020;
- Municípios produtores: de 26,25% nos blocos atuais para 4% nos novos blocos em 2020;
- Municípios afetados: de 8,75% nos blocos atuais para 2% nos novos blocos em 2020;
- Estados não produtores: de 1,75% nos blocos atuais para 27% nos novos blocos em 2020;
- Municípios não produtores: de 7% nos blocos atuais para 27% nos novos blocos em 2020.
 
Você considera que no médio e longo prazo, tal mudança deverá?

Prejudicar irremediavelmente a economia dos municípios e estados produtores e/ou afetados, que contavam com os royalties que vinham recebendo há muitos anos e já haviam sido “incorporados”à sua receita;
(61.54%) 
Beneficiar indevidamente a economia de municípios e estados não produtores e/ou afetados, visto estarem recebendo uma receita, a princípio, sem contrapartida;
(10.26%) 
Beneficiar a economia do país como um todo, devido à distribuição da renda e sua aplicação na educação, favorecendo as políticas de ações afirmativas defendidas pelo governo.
(28.21%) 



Enquete: 01
Nos últimos dias, o mundo vê com apreensão, qual a definição que será encaminhada para equalizar a divida pública americana e os possíveis reflexos para a economia mundial. Neste cenário de incerteza, como podemos avaliar o comportamento da moeda americana no mercado brasileiro?

Entrará em uma sequência de alta, devido a queda do mercado de ações a nível mundial, atraindo investimentos com base nesta moeda, podendo até levar a uma valorização excessiva, em função dos países buscarem proteção na moeda americana.
(41.51%) 
Haverá um cenário de baixa, já que poderá haver uma migração significativa de dólares para países em desenvolvimento e que ofereçam oportunidades de negócios para estrangeiros, como no caso do Brasil.
(20.75%) 
Permanecerá volátil em função da especulação de grandes investidores no mercado financeiro; que se aproveitam deste momento de incerteza.
(37.74%) 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 logo rumadesign